Danilo Gentili defende J.K. Rowling após autora ser acusada de transfobia

Danilo Gentili defende J.K. Rowling após autora ser acusada de transfobia | Ordem da Fênix Brasileira
Em seu perfil no Twitter, no começo do mês, a autora J.K. Rowling se envolveu em uma polêmica ao publicar diversos comentários considerados transfóbicos após compartilhar sua opinião sobre menstruação. Ela publicou que discorda de um artigo intitulado "Criando um mundo mais igualitário pós-Covid-19 para pessoas que menstruam", sugerindo que as autoras deveriam ter usado a palavra "mulheres". Muitos críticos apontaram que as visões de Rowling igualavam feminilidade à menstruação, enquanto muitos homens transsexuais menstruam, e muitas mulheres, não.

Daniel Radcliffe (Harry Potter) respondeu aos comentários da autora britânica dizendo que "mulheres trans são mulheres". Rupert Grint (Rony Weasley) e Bonnie Wright (Gina Weasley) se juntaram a ele, assim como Emma Watson (Hermione Granger), Evanna Lynch (Luna Lovegood) e Eddie Redmayne (Newt Scamander) também se posicionaram em defesa à comunidade trans.

O apresentador e comediante do "The Noite" (SBT), Danilo Gentili, publicou no Twitter que pesquisou a respeito das polêmicas envolvendo a autora, e comentou: "Não são mais apenas as piadas que são ofensivas. Já chegamos no ponto que o que ofende é o óbvio e a própria natureza."

[+] Leia na íntegra o texto de J.K. Rowling onde ela explica suas razões para falar sobre identidade de gênero