Zoë Kravitz compara Grindelwald a Donald Trump e Hitler

Zoë Kravitz compara Grindelwald a Donald Trump e Hitler | Ordem da Fênix Brasileira
Em recente entrevista ao LA Times, a atriz Zoë Kravitz (Leta Lestrange) comparou o vilão de "Animais Fantásticos" a Donald Trump e Hitler, disse que é fã de Johnny Depp e foi taxativa ao responder sobre a escalação do ator após polêmicas.
Alguns fãs veem o vilão Grindelwald - interpretado por Johnny Depp - como uma metáfora do presidente Trump. Você concorda?

Eu acho que [Grindelwald] poderia ser Trump. Eu acho que poderia ser Hitler... Eu acho que esse filme é incrivelmente oportuno e relevante, e o que é tão interessante para mim sobre Grindelwald e como Johnny o interpreta é que há algo sedutor sobre o que ele está dizendo. Não é apenas "OK, esse é o cara mau". Você quer apoiá-lo e ouvi-lo, e todos que você encontra no filme têm que fazer uma escolha sobre quem eles são e em quem eles acreditam. Acho que estamos em um momento no mundo onde as pessoas precisam fazer uma escolha. Apareça, vote, fale com seus familiares sobre a supremacia branca. Espero que as pessoas saiam do filme sentindo-se encorajadas a tomar as decisões para dar esse avanço.

Você tem algum sentimento sobre estar em um filme com Depp?
Sim, eu estava feliz. Eu sou uma fã dele.

Houve alguma polêmica quando ele foi escalado para este filme porque sua ex-esposa, Amber Heard, acusou-o de abuso doméstico - acusações que ele negou. Isso preocupou você?

Eu não acho que isso seja da minha conta. E também acredito em segundas chances para certas pessoas, dependendo do que estamos falando. Mas eu não sou o chefe de elenco da Warner Bros. Estou aqui para fazer o meu trabalho; ele está aqui para fazer o trabalho dele.

"Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald" estreou ontem no Brasil. Já assistimos ao filme e a nossa crítica pode ser lida aqui.