"Harry Potter: Um Ano Mágico" - Momento #48

'Harry Potter: Um Ano Mágico' - Momento #48 | Ordem da Fênix Brasileira

#48

17 de fevereiro
– NÃO FOI UM PESADELO! – berrou Rony. – PROFESSORA, EU ACORDEI E SIRIUS BLACK ESTAVA PARADO AO MEU LADO SEGURANDO UMA FACA!
A professora encarou-o.
– Não seja ridículo, Weasley, como seria possível ele passar pelo buraco do retrato?
– Pergunte a ele! – respondeu Rony apontando um dedo trêmulo para o avesso do retrato de Sir Cadogan. – Pergunte se ele viu...
Com um olhar penetrante e desconfiado para Rony, a professora empurrou o retrato e saiu. Todos na sala procuraram escutar prendendo a respiração.
– Sir Cadogan, o senhor acabou de deixar um homem entrar na Torre da Grifinória?
– Certamente, minha boa senhora! – exclamou o cavaleiro.
Fez-se um silêncio de espanto, tanto dentro quanto fora da sala comunal.
– O senhor... o senhor deixou? Mas... e a senha?
– Ele sabia! – respondeu Sir Cadogan com orgulho. – Tinha as senhas da semana inteira, minha senhora! Leu-as em um pedacinho de papel!
A professora tornou a passar pelo buraco do retrato e encarou os alunos atordoados. Estava branca como giz.
– Quem foi – perguntou ela com a voz trêmula –, quem foi a criatura abissalmente tola que anotou as senhas desta semana e as largou por aí?
Fez-se um silêncio absoluto, quebrado por gritinhos quase inaudíveis de terror. Neville Longbottom, tremendo da cabeça às pontas dos chinelos fofos, ergueu a mão no ar.
"HARRY POTTER E O PRISIONEIRO DE AZKABAN"
Capítulo 13, Grifinória versus Corvinal