Dan Fogler comenta rumores sobre possível aparição de Hagrid em "Animais Fantásticos 3"

Dan Fogler comenta rumores sobre possível aparição de Hagrid em 'Animais Fantásticos 3' | Ordem da Fênix Brasileira
Os dois primeiros filmes de "Animais Fantásticos" ofereceram aos fãs uma visão de alguns dos personagens mais memoráveis ​​de "Harry Potter". "Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald", por exemplo, exibiu os primeiros anos de Alvo Dumbledore (Jude Law) em Hogwarts, enquanto Minerva McGonagall (Fiona Glascott) também apareceu em uma participação bastante desconcertante.

rumores de que o terceiro filme de "Animais Fantásticos" poderá reintroduzir mais personagens já conhecidos. Eddie Redmayne (Newt Scamander) expressou esperanças sobre o retorno de Rúbeo Hagrid, e sua sugestão desde então ganhou força com os fãs. Relatórios também sugerem que uma versão jovem de Tom Riddle — que mais tarde se tornaria Lord Voldemort — pode ter um papel no novo filme. Os papéis de Hagrid e Riddle, no entanto, ainda não foram confirmados. Mas a nova teoria de Dan Fogler (Jacob Kowalski), em recente entrevista para o The Movie Dweeb, pode realmente fazer com que um personagem de "Harry Potter" apareça nos próximos filmes.

De acordo com o ator, Hagrid pode cruzar com o universo de "Animais Fantásticos" por meio de uma "conexão divertida" com o seu próprio personagem, o trouxa/não-maj Jacob. Na teoria de Fogler, a mãe giganta de Hagrid, Fridwulfa, vai em busca de Newt pedindo que ele cuide de seu filho. Mas Newt recusa o pedido de Fridwulfa, o que a força a pedir ajuda a Kowalski. Kowalski, então, concorda com o apelo de Fridwulfa e leva Hagrid para um orfanato, criando-o para se tornar o icônico guarda-caça de Hogwarts.
"[A mãe de Hagrid] está lá, e ela vai a Newt e diz: 'Eu estou com meu filho, você pode cuidar dele?' E Newt fica, tipo, 'Bem, estou um pouco ocupado'. E aí eu apareço, 'Tudo bem, eu vou cuidar desse garoto gigante'. Achei que poderia ser uma conexão divertida."
Na entrevista, Fogler também teorizou sobre a aparição de outros personagens de "Harry Potter" e uma maneira de isso acontecer é a viagem no tempo, uma habilidade mágica que já foi implantada em "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban" através do Vira-Tempo. Fogler acredita que "com toda a coisa do Vira-Tempo, você realmente poderia ter qualquer pessoa aparecendo". Hermione Granger, por exemplo, pode acabar na década de 1930 "por acidente ou algo assim".

Hagrid, devido ao seu amor por criaturas mágicas, é mais adequado para os filmes de "Animais Fantásticos". Mas a versão de Robbie Coltrane do personagem não se encaixa na cronologia da série.

A hipótese de Fogler, entretanto, fornece um roteiro lógico para a incorporação de Hagrid: o terceiro filme terá a história ambientada na década de 1930, que é depois do nascimento do personagem. O filme pode mergulhar na infância do amado gigante dos fãs sem gerar qualquer complicação na história. Na verdade, com a teoria de Fogler, Coltrane também pode reprisar seu personagem original, embora isso requeira uma boa e velha magia de "Harry Potter". Se a continuação utilizar a viagem no tempo, o personagem de Coltrane será capaz de coexistir em várias linhas do tempo dentro do mesmo universo. E assim, os fãs poderão testemunhar seu meio-gigante favorito mais uma vez na tela.