NOTÍCIAS SOBRE A SÉRIE DE TV 📺⚡

Ver mais! »

Pottermore: Processo criativo dos brasões das casas de Hogwarts #3

Pottermore: Processo criativo dos brasões das casas de Hogwarts #3 | Ordem da Fênix Brasileira


LUFA-LUFA

Série de rascunhos de Lufa-Lufa

Click to view full size image
O brasão da Lufa-Lufa se provou ser a criação mais difícil para a equipe. Há poucos detalhes sobre a casa Lufa-Lufa em “Harry Potter e a Pedra Filosofal” e eles estavam cientes que deveriam trabalhar um pouco mais duro para fazer o brasão ser autêntico e representativo à natureza da Lufa-Lufa. Houve também a questão de como fazer o texugo ser um animal feroz, para mostrar que os lufos não têm medo do trabalho árduo.

No primeiro brasão, é possível ver que o texugo está deitado em uma cama de folhas, mas a equipe sentiu que essa versão parecia muito “acessível” e inativa. O desenho em que o texugo está olhando para frente não pareceu um brasão tradicional e fez o animal parecer muito gentil. Foi finalmente decidido que o texugo mais fiel às qualidades da casa Lufa-Lufa era o único de quatro, posando para defender seu território e alertando os outros.

Processo de coloração de Lufa-Lufa

Click to view full size image
Na arte acima, a cor amarela foi ligeiramente escurecida para adicionar certo foco, mas a equipe decidiu iluminar as versões finais para fazer o brasão ser o mais marcante possível. A silhueta do brasão foi pensada para ser mais forte quando o corpo inteiro fosse visto cercado por amarelo.

SONSERINA

Série de rascunhos de Sonserina

Click to view full size image
A equipe de arte tentou inúmeras cobras para o brasão da Sonserina, já que eles queriam garantir que aquela que eles usassem não parecesse um tipo particular de serpente (como uma jibóia ou uma naja). A espiral da cauda foi outro ponto importante, uma vez que os artistas queriam que a cobra soasse natural, mas não inativa.

Processo de coloração de Sonserina

Click to view full size image
A equipe tentou uma variedade de cobras verdes para o brasão - o padrão de pele foi alterado várias vezes para tentar conseguir o efeito certo. Por exemplo, na terceira versão, você pode ver um padrão de diamante (como uma víbora teria).

No final, porque eles queriam continuar verdadeiros as cores verde e prata da casa, a equipe trabalhou em uma cobra que parecesse que foi criada por um prateiro. Eles sentiram que isso trouxe vida ao brasão, especialmente quando combinado com as ondulações verdes no fundo, projetadas para acentuar o elemento água.

Os brasões finais

Click to view full size image
O brasão da Lufa-Lufa foi concluído com fortes e vibrantes folhas amarelas e padronizadas para simbolizar o elemento terra. O texugo parece como se já trabalhasse muito, com sua postura mostrando que está pronto para a ação. (Uma curiosidade a ressaltar: o chefe de equipe da Atomhawk Design [responsável por criar todas as ilustrações do Pottermore] foi selecionado para a Lufa-Lufa e disse que tinha muito orgulho do seu brasão!).

Alguns da comunidade Sonserina no Pottermore já perceberam que o deles é o único animal que olha para a esquerda, enquanto que os brasões das outras casas têm os animais olhando para a direita. Essa foi uma decisão que apareceu durante os estágios finais de design, quando os brasões foram colocados juntos.

Gostariamos de aproveitar essa oportunidade para agradecer à Atomhawk Design por compartilhar o processo de design dos brasões das casas com a gente e esperamos que você tenha gostado dessa pequena bisbilhotada por trás das cenas do Pottermore.