Vídeo: J.K. Rowling diz que Harry poderia ter enlouquecido no armário debaixo da escada e tudo que aconteceu foi fantasia

Box "Harry Potter Wizard's Collection" - Conversa de J.K. Rowling com o roteirista Steve Kloves
Data de lançamento: 10 de setembro no Reino Unido e em 29 de novembro no Brasil [+]

Steve Kloves: Havia essa parte no roteiro, quando ele estava no armário debaixo da escada, inventei para ele uma aranha chamada Alastor, com quem ele conversava. E ele pegava soldadinhos quebrados da lixeira e os alinhava na prateleira. Esse exército quebrado que Duda jogou fora.

J.K. Rowling: Era uma imagem tão excelente, o exército quebrado.

Kloves: E ele costumava conversar com eles e a questão é que ele parecia ligeiramente louco quando escrevi o primeiro rascunho. Quando Hagrid aparecia, você achava que ele havia saído de sua imaginação por um segundo. Ele havia convocado esse cara.

Rowling: Acho que esta questão é fabulosa e que conversa com perfeição com a verdade dos livros, porque eu sugeri mais de uma vez que, para mim, Harry enlouqueceu no armário debaixo da escada e que tudo que aconteceu subsequentemente foi algum tipo de vida fantasiosa que ele desenvolveu para se salvar.

Kloves: E aí é de onde veio. Veio do livro. Quando você lê o livro, você percebe muito bem que ele é um garoto torturado.

Rowling: Totalmente. Claro que ele é sim.

Kloves: E, então, há escuridão lá. É algo fácil de acreditar.

2 comentários: