"Harry Potter" é eleita a Melhor Série Literária de Todos os Tempos

'Harry Potter' é eleita a Melhor Série Literária de Todos os TemposO site Votorama da emissora MTV Brasil realizou uma votação envolvendo a série literária "Harry Potter", onde procurava definir a melhor série de livros de todos os tempos a partir da opinião do público.

A votação foi encerrada nesta semana e "Harry Potter" garantiu o primeiro lugar, com 46,0% dos votos.

Na categoria também se encontravam "Crepúsculo" (30,7%), "As Crônicas de Nárnia" (9,4%), "Percy Jackson e os Olimpianos" (4,7%), "Diários do Vampiro" (3,4%), "O Senhor dos Anéis" (2,1%), "O Diário da Princesa", entre muitos outros.



Obrigado, ScarPotter!

40 comentários:

  1. Harry Potter melhor que Senhor dos Anéis?!?! Só nos seus sonhos, meus queridos, e somente neles.

    ResponderExcluir
  2. Hahaha!! Nunca li "Senhor dos Anéis"... tenho curiosidade! :P

    ResponderExcluir
  3. Veja bem, Vinicius, não é puxação de saco: SdA é melhor. O problema é que nossa sociedade se tornou muito agitada, energética, rápida. Saborear algo como SdA pode não ser mais tão palatável hoje como é HP. Mas, para quem aprende a apreciar, é inigualável.
    Para você ter uma ideia, ao terminar HP, você sabe que terminou. Ao terminar SdA, se você se propor a ler os apêndices, vai descobrir ainda MUITA coisa do pano de fundo que baseia a estória e, ao ler de novo, descobre coisas novas, pequenas, muitas vezes, mas, profundas.
    E, me desculpem por postar em um blog/site de HP: a estória é clichê demais, ainda que muita coisa seja bem resolvida e bem desenvolvida, e outras nem tanto. É o clássico estereótipo de mago com varinha. E, o final é mais clichê ainda: junte os artefatos poderosos e dê fim ao senhor do mal!!! Mais óbvio impossível!!!
    Em SdA, nos livros, ainda depois que o Anel é destruído, ainda tem MUITA coisa para ler. Bastante, mesmo.
    No final, HP é divertido. E só. Ele tem, sim, o poder de fascinar mentes mais jovens, certamente por ser um romance infanto-juvenil muito bem direcionado. Mas, tenho certeza de que, com a maturidade, muitos dos superfãs de HP não serão mais tão fãs assim, caso perseverem em suas leituras por outros escritores, e não me refiro apenas a Tolkien aqui. Rowling é bem o tipo de escritora atual, mas, os mestres de antigamente permanecerão para sempre. Nunca vi listas de livros obrigatórios de grandes veículos jornalísticos por aí que citem HP. Nenhum. Tolkien não é unanimidade, mas, é citado em muitos, é só procurar. Tente no Google algo como "os 100 maiores livros" e você verá que falo a verdade.

    ResponderExcluir
  4. Muito bem elaborado o seu comentário, Marcelo!

    Como eu disse no meu comentário anterior, nunca li "Senhor dos Anéis". Tenho curiosidade em ler essa trilogia (principalmente, assistir às adaptações cinematográficas).

    Respeito - e muito - a opinião de meus visitantes. Não peça desculpas por querer expressá-las! ;)

    Continue comentando!

    ResponderExcluir
  5. Até agradeço, Vinicius, pois realmente estou postando em um blog de Harry Potter e não quero parecer indelicado. Aliás, cheguei ainda há pouco e vi Relíquias da Morte parte 1. Não li nem Ordem da Fênix nem Relíquias da Morte, mas, gostei do sexto filme. Já achei esse um tanto enfadonho, tudo é muito centrado em Rony, Harry e Hermione, mas, agora sozinhos, poucas interações, ambientes inóspitos. Achei meio chato e, minha mulher chegou a cochilar do meu lado!!!
    Quanto ao que falei anteriormente, HP é, indubitavelmente, o maior fenômeno literário moderno, até então, isso é indiscutível. Mas, como eu falei, isso foi bem direcionado, para o público infanto-juvenil, se pescasse algum adulto, isso é lucro!!! Não estou dizendo para o fã desgostar da série e nem acredito que ela o faria por causa da minha opinião, não é isso!!! O problema é que o fã se deixa levar por seu gosto pessoal e aí promovem uma enquete como essa, a melhor série literária de todos os tempos!!! Perceba que, até porque a maioria absoluta dos fãs são jovens adolescentes/adultos, são muito mais ativistas nesse ponto, daí, a maior inclinação a votarem zilhões de vezes na sua série favorita, enquanto eu, que gosto mais de SdA, nem vou perder meu tempo com isso, tenho total convicção de seu papel em comparação a HP. Aí, quem vence?!?! O óbvio!!! Mas, sinceramente, há como se levar em consideração o resultado de maneira séria?!?! Não tem como!!! É como um político se eleger com votos infinitos de si mesmo!!!
    E, você quer ler o Senhor dos Anéis?!?! Bom, não sei o que dizer: é uma leitura difícil, muito difícil, normalmente. Sua narrativa é lenta. Principalmente o primeiro livro. Mas, tem tantos simbolismos, tanta coisa, que só se completam quando você também lê o Silmarillion, além dos apêndices, que citei anteriormente. Vou te dar um exemplo, para que você entenda, da importância, inicialmente, de se ler os apêndices, depois que você termina o livro. Esses apêndices contém muito do pano de fundo e explica por que o mundo estava naquela situação, por que Aragorn não é o Alto Rei e Gondor é governada por um regente, dentre outras coisas. Talvez você comece a compreender por que SdA é tão superior. No livro A Sociedade do Anel, quando a Comitiva chega a Lothlórien, Aragorn, muito animado, chama Frodo para que ele conheça a colina de Cerin Amroth. Não diz nada nem o motivo para tal. Ele faz uma prece e eles descem do lugar, onde o livro diz para onde Aragorn nunca mais retornou enquanto viveu. É algo que passa normalmente, certo?!?! Não damos importância ao fato. Aliás, somente quando li a terceira vez, eu acho, notei o que vou te dizer. Nos apêndices você encontra a curiosidade, em um capítulo denominado "Arwen e Aragorn", que conta a estória deles: foi em Cerin Amroth que eles rejeitaram a Sombra (Sauron) e o Crepúsculo (as terras élficas imortais) e selaram seu amor para sempre. Não se submeteriam a Sauron, mas, tendo ela escolhido ficar com Aragorn, perderia sua imortalidade e não poderia voltar às Terras Imortais com seu povo, morreria aqui. Apenas estou ilustrando algo pequeno, mas, que acaba sendo muito significativo, quando resolvemos nos aprofundar em tanta coisa dentro do universo de Tolkien.

    ResponderExcluir
  6. Uma outra passagem que considero bonita demais é o diálogo de Aragorn e Éowyn, que até foi para o filme, em que ela diz que seu maior medo é ficar presa em uma gaiola até que "o hábito e a velhice os aceitem e as chances de realizar grandes feitos" não se possa mais concretizar. Nossa, para quem gosta de uma boa estória de capa e espada, não tem como se emocionar e, no livro é muito melhor!!! E, como eu disse, as estórias de Tolkien acabam se completando, pois são um mesmo universo. O bruxo de Angmar, quando expulso das terras do norte, fugiu, e um elfo disse (não lembro o nome, mas, acho que isso está nos apêndices) que deixassem ele ir, pois, num vislumbre do futuro, predisse que ele não cairia por mão de homem. Então, na Batalha dos Campos do Pellenor, ele caiu pela mão de uma mulher e um hobbit. E, por aí vai. Vi alguém, em algum lugar por aí, falar que os personagens de HP são mais profundos que SdA. Isso é simplesmente impossível. O Universo de Tolkien é um trabalho de uma vida inteira, criado praticamente do zero, inclusive com ideias próprias. Não dá para comparar. A Balada de Leithian, a Libertação do Cativeiro, também conhecida como a Balada de Beren e Lúthien, sozinha, é mais bela que toda a série HP, e é apenas uma pequena parte do Silmarillion. Nossa, aquilo é lindo demais!!!! A elfa que perdeu seu amado (homem, não elfo, aliás, foi a primeira união entre elfos e humanos, e tanto Arwen quanto Aragorn descendem deles, são primos em uns 700 graus!!!) e, diante de Mandos (um dos Poderes de Arda, a nossa Terra, um Vala, que são os chefes dos Maiar, que é a raça de Sauron e o próprio Gandalf), que é a justiça inflexível, cantou a mais bela canção que já existiu e, pela primeira e única vez em toda a sua existência, Mandos chorou!!! Sério, é bom demais!!!! Essa estória deveria ter ido para os cinemas, talvez até antes de Sda...

    ResponderExcluir
  7. Temos aqui uma opinião complexa de um verdadeiro fã de Tolkien?!

    Obrigado, Marcelo, por comentar novamente e mostrar a sua opinião.

    E espero que considere a OFB um blog "livre", pois, se não fosse, seus comentários não seriam publicados!

    Volte sempre! :P

    ResponderExcluir
  8. É que achei o blog de vocês muito legal, mas, infelizmente, apesar de ser natural, me deparo com enquetes desse tipo que, pessoalmente, não concordo. Como disse, não votaria em SdA normalmente, para uma enquete dessas. Não acho que seja algo objetivo e válido, mas, altamente subjetivo e tendencioso.
    E, se algum dia ler SdA, me avise, pode ser por aqui, posso deixar email. Tem poucas coisas que me dão mais prazer do que falar sobre o assunto... ;) E olha que nem entrei no mérito do querido Professor, que era filólogo, estudioso de línguas, ter criado idiomas que são falados pelos mais estudiosos, notadamente as línguas élficas e, não apenas uma, mas, duas: Quenya e Sindarin, sendo o primeiro conhecido como Alto Élfico e o segundo é a língua dos elfos cinzentos!!! :D
    E, quanto à Balada de Beren e Lúthien, é muuuuuito sério: rivaliza e até mesmo supera O Senhor dos Anéis em muitos aspectos. É coisa linda!!! Recomendo também o recém lançado Narn i chîn Húrin, Os filhos de Húrin, a estória de Túrin Turambar, filho do maior guerreiro e mais honrado de todos os homens que já existiram, que foi capturado por Morgoth Bauglir (Melkor, Senhor de Sauron, primeiro lorde da escuridão), que durante anos tentou quebrar seu espírito, em vão!!! Que na Batalha das Lágrimas Incontáveis (Nirnaeth Arnoediad) largou seu escudo para brandir seu machado com as duas mãos e, a cada golpe bradava "Aurë entuluva", que significa "o dia voltará". E, contam as lendas que 70 vezes ele brandiu seu machado, mas, os inimigos chegavam mais e mais, e os membros decepados dos inimigos permaneciam agarrado nele, até que foi dominado e levado à presença do Senhor do Escuro. Isso é muuuuuuuito bom!!!

    ResponderExcluir
  9. Haha!

    Então, já sei que aqui no site, não posso postar uma enquete dessas! :P

    Marcelo, quantos anos você tem e quando conheceu SdA?!

    ResponderExcluir
  10. Bom, eu tenho 38 anos e li SdA pela primeira vez em 1997. Já tinha ouvido falar muito nessa época, até mesmo porque jogava AD&D (hoje apenas D&D) e Magic: the Gathering. Tinha uma revista especializada em card games chamada Inquest, mas, que também noticiava muito do que tinha alguma ligação com fantasia e afins. Daí, foi nessa revista, em 1998 (por aí), que fiquei sabendo da pré-produção dos filmes. Aliás, fico até tranquilo de ter lido os livros antes, até mesmo para que não se diga que sou fã por causa do oba-oba em cima dos filmes. Não, de jeito nenhum!!! E, foi realmente amor à primeira lida!!! :D Já li mais algumas coisas do gênero, mas, não tem jeito: SdA é perfeito. Em muitos aspectos. Tem seus defeitos, é claro (como é que Aragorn anda com uma espada quebrada para cima e para baixo?!?! Não me parece lógico!!!), mas, é a estória mais profunda, rica e cativante que existe, mas, aí é o que pode ser mais difícil: não pode ser lido apenas uma vez. Tem muita coisa para se aprender, depois dos apêndices, na segunda e terceira leituras, mesmo que pequenas, como já citei. Mas, de todas as estórias de capa e espada existentes, ela é o ápice!!! Lembro nos apêndices que fala de como Éomer e Aragorn por muito tempo lutaram lado a lado, até Éomer envelhecer, o livro cita o estandarte verde com cavalo branco. Bom, Éomer era um homem comum, enquanto Aragorn é um Dúnedain, de vida longa. Mais trinta anos e Éomer já teria próximo de sessenta anos, enquanto Aragorn teria "apenas" 120 anos!!! E, ele morreu com 210 e, como os Dúnedain só aparentam a velhice quando se aproximam de morrer, ele deve ter chegado aos 200 com aquela carinha de 40 do filme!!! Aliás, ele tinha 90 anos quando o filme se passa... ;)
    Entre os erros imperdoáveis dos filmes, para quem viu as versões estendidas, que somente agora está à disposição no Brasil, verá que o Bruxo de Angmar quebrou o cajado de Gandalf no confronto direto entre eles. Isso é simplesmente impossível!!! Quem viu e não leu pode achar o máximo, mas, para mim, foi imperdoável, mesmo: Gandalf é um Maia, mesma raça de Sauron, enquanto o Senhor dos Nazgûl é humano!!! Além do mais, depois que se tornou o Branco, ele simplesmente ficou a parsecs de distância em poder em relação a Angmar!!! Ele não teria poder, nem se quisesse, para fazer o que fez!!! Aliás, Gandalf chegou a falar para Aragorn, Legolas e Gimli, que primeiro o encontraram na floresta de Fangorn, que eles não poderiam feri-lo, apesar de o terem atacado, simplesmente porque não possuíam armas com poder para tal!!! Em toda Terra-Média, talvez somente o Senhor do Escuro, o próprio Sauron, pudesse lhe tirar a vida!!! É sério!!! Mas, ainda assim os filmes estão acima de qualquer suspeita.

    ResponderExcluir
  11. A OFB, há algum tempo, está alcançando todos os tipos de públicos! \o/

    Isso é muito bom!
    ---

    Marcelo, O que você achou de "SdA" ter ficado em 6º lugar na categoria "Melhor Série Literária de Todos os Tempos"?!

    ResponderExcluir
  12. Em uma palavra?!?! Ridículo. Em muitas palavras, nada mais é do que o reflexo de muito que já falei aqui. Quem foram os campeões?!?! 1º lugar, Harry Potter. Em 2º lugar, Crepúsculo. 3º lugar, Crônicas de Nárnia. Em 4º, Percy Jackson. Se fizermos uma análise de cada um desses, vemos que, primariamente, são leituras para adolescentes. E, como já disse, normalmente são pessoas sem muitas responsabilidades e tempo de sobra para votar zilhões de vezes na sua série favorita. Eu, pessoalmente, li esse tópico no blog e, posso dizer quantas vezes fui lá para votar em SdA?!?! Nenhuma. Como também já disse, tenho um enorme senso do espaço que SdA representa como literatura fantástica. Não é esse resultado que pode me convencer que qualquer uma dessas séries seja melhor que SdA (Harry Potter eu tenho certeza de que não são. Crepúsculo eu não li, nem Nárnia, mas, os filmes falam por si: nenhum dos dois de Nárnia sequer chegam na unha encravada do Gimli, e Crepúsculo, vi o primeiro filme porque passou na televisão, não é ruim, mas, é uma mitologia de vampiros para lá de estranha. Mas, vale a pipoca. Mas, até aí, Nárnia também vale).

    ResponderExcluir
  13. Eu já não sou adolescente, meu querido, e, como também já afirmei, acredito firmemente que essas literaturas são feitas sob medida para arrebatar essa faixa etária. Mas, é sério, posso talvez estar falando bobagem, mas veja o percentual de adultos como eu que se deixou envolver por essas ficções e tire suas conclusões. Sinceramente, não acredito que sejam muitos. Nunca foi e nunca serão sequer mais envolventes, como filmes, que Guerra nas Estrelas, que conquistam novos fãs até hoje, ainda que com os três episódios mais recentes, claramente inferiores. E, ainda assim considero Nárnia (os filmes) superiores à HP.
    Outro ponto é que as estórias desses livros ainda não terminaram e continuam sendo contadas, ainda estão em voga. Daí, é natural que vençam o que quer que apareça por aí, pois mantém seus fãs sempre em atividade.
    Por último, procure o livro "1001 livros para ler antes de morrer". O título pode não ser exatamente este, mas, se não for, é bem parecido. SdA está lá, além de O Hobbit. Crônicas de Nárnia, se não me engano, também está. HP não está. Crepúsculo não está. Tem um livro igual, sobre filmes. SdA está lá. Nenhum dos outros aqui citados estão. E, esses livros estão com obras (o de livros, pelo menos) do ano de 2009!!! Ou seja: está bem atualizado.
    Outro exemplo, veja o link abaixo:

    http://www.revistabula.com/posts/listas/100-melhores-livros-de-todos-os-tempos-lista-das-listas

    São algumas listas de livros obrigatórios por alguns veículos de imprensa/TV, alguns bem prestigiados. SdA é citado em alguns, como The Radcliffe Publishing, Time, e The Telegraph. Tenho sérias dúvidas se algum dia HP ou Crepúsculo figurarão em listas como essas. Percebe o que quero dizer?!?!
    Por último, em relação a vendas, Rowling ainda não superou Tolkien como fenômeno literário, pelo menos, não ainda. SdA é sempre listado, em vendas, como apenas um volume. No link da Wikipedia isso também fica explicitado. Acontece que ele vendeu em torno de 150 milhões de cópias!!! Se fizermos o uso de um pouquinho de matemática, veremos que isso seria igual a 450 milhões de cópias considerando cada livro separadamente!!! Para três livros!!! Nenhum exemplar dos livros de HP vendeu essa quantidade, aliás, pelo que sei, ainda não estão, sequer, a meio caminho disso!!! Mas, essa informação você deve saber melhor do que eu. Para que a série fosse um best-seller maior que SdA, para sete livros, 150 milhões cada um, ele teria que vender, nada mais, nada menos, que um bilhão e cinquenta milhões de exemplares!!! Isso, logicamente, para estarem proporcionalmente empatados, pois, em números absolutos, é claro que HP já ultrapassou SdA, mas, pelo que vi por aí, por um pouco mais que 500 milhões, algo assim. Mas, a comparação tem que ser proporcional, pois, quem é o maior artilheiro do brasileirão?!?! Em números absolutos, alguém que jogou um desses campeonatos de pontos corridos. Mas, todo mundo sabe que Reinaldo foi o maior, com média de pouco mais de 1,5 gols por partida. Isso, sim, é fazer MUITO gol!!!
    Se você procurar, SdA até figura em listas de livros mais vendidos da história, como a literatura mais vendida, só superado pela Bíblia. Em outros, fica entre os 10 mais. Mas, se for considerado apenas um livro, nenhum livro de Rowling ainda vendeu 150 milhões de cópias. E, somar sete para bater em apenas um, é covardia!!!

    ResponderExcluir
  14. Ah, "Harry Potter" está presente em, pelo menos, 3 listas usadas como fontes do site que você indicou, Marcelo.

    Confira outras listas--> http://www.entretimentos.com/2010/06/os-21-livros-mais-vendidos-de-todos-os.html

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_livros_mais_vendidos

    "Harry Potter" e "Senhor dos Anéis" estão lado a lado!

    ResponderExcluir
  15. Meu querido, fiz uma pesquisa muito superficial e somente encontrei HP no The Telegraph. De qualquer maneira, eu falei que tinha dúvidas quanto a HP ser incluído nessas listas, não que não estava lá.
    Quanto à vendagem, espero que você tenha entendido o que eu quis dizer. Já falei que é indiscutível que HP já ultrapassou a vendagem de SdA numericamente, mas, não proporcionalmente. Na lista da Wikipedia, que me parece mais atualizada, pois a maioria dos sites que vi sobre o assunto apontam SdA com 150 milhões de cópias vendidas, e partindo desse princípio, apenas HP e a Pedra Filosofal ultrapassou pouco mais de 2/3 da vendagem de SdA. E, perceba que, se estamos comparando as séries literárias, então, é injusto considerar SdA um livro só (a Wikipedia fez isso, dá uma olhadinha, e outros sites que já vi também o fazem) e sim três livros, o que nos dá 450 milhões de cópias para 3 livros e 150 milhões de média para cada livro. Assim, se HP vendeu, nos sete livros, digamos, 560 milhões (para uma conta exata), então, seria uma média de 80 milhões de cópias por livro, bem inferior a SdA. Para que HP tivesse uma vendagem PROPORCIONALMENTE superior, teria que vender mais de 1,050 bilhões de cópias, ou seja, mais de 150 milhões para cada livro, assim como SdA também o fez. Definitivamente, eles não estão lado a lado!!! ;)
    Mas, perceba, no final das contas, só vendagem não é o que conta apenas. Sabe o Paulo Coelho?!?! Lembra da mulher do Jorge Amado (não consigo lembrar o nome dela), que herdou uma cadeira na ABL, e, vendo eu uma entrevista com ela, que estava indignada, dizendo não entender por que Paulo Coelho vendia tanto se escrevia tão mal!!! E, ela não mediu palavras, falou descaradamente: ele escreve mal!!! Só li um livro dele: O Diário de um Mago. Nota 9 pela criatividade, nota 5 pela escrita. E, não sou crítico e nem possuo conhecimentos suficientes para fazê-lo, mas, leio bastante e sei quando gosto de uma leitura, quando acho a própria escrita mais bela. Dá pena de colocar o Paulo Coelho diante de Tolkien, quanto mais de Balzac, Cervantes, Flaubert, Homero, Dostoyevsky, etc, etc, etc. E, lamento, mas, J. K. Rowling me passa a mesma impressão. Muita criatividade, mas, não acho o texto dela tão bonito quanto Tolkien, embora, muito certamente, seja melhor que Paulo Coelho!!! E, nem posso comparar aos outros que citei... ;)

    ResponderExcluir
  16. Agora, olha o comentário abaixo, de uma mocinha muito culta:
    "Essa lista apresenta os livros que os críticos acham melhores, e não os livros que são bons de verdade. Quase todos os livros da lista são um porre . Harry Potter e Crepúsculo são as melhores sagas de todos os tempos, pois são escritas para os leitores e não para os críticos ... Mas pensando bem, J.K. Rowling ganhou mais prêmios que o Machado de Assis e sua geração inteira."
    O nome da analfabeta (me perdoe baixar o nível) é Luisa. Caramba, da lista citada, além de SdA eu só li Hamlet, Rei Lear e Madame Bovary, mas, fala sério, e são três (me perdoe a expressão) puta livros!!!! E me vem essa idiota desmerecer alguns dos maiores escritores da história por causa de J. K. Rowling e a outra que nem sei o nome que escreveu Crepúsculo?!?! Me poupe, né. Vem querer comparar Machado de Assis?!?! Caramba, você nunca me viu comparar Tolkien com eles, embora pudesse fazê-lo, sim, pois ele era filólogo e sua métrica e escrita é muito bonita!!! Aliás, uma vez que ela classifica quase todos os livros como "um porre", presumo que ela leu esse quase todos, não?!?! Dá para dialogar?!?! Há imparcialidade num comentário desses?!?!
    E, esqueci de mencionar a lista final, da Newsweek, onde lá está SdA listado, ou seja, mais uma... ;)

    ResponderExcluir
  17. Nunca li Paulo Coelho, mas admiro ele. Inclusive, por saber que eu pretendo ser escritor, ele me mandou um cartão autografado com uma mensagem para eu não desistir nunca! \o/

    "Harry Potter", quem sabe, nos próximos anos, ultrapasse a venda de 1 bilhão de exemplares?!

    É só aguardarmos mais uma década! :P

    ResponderExcluir
  18. Sim, pode ser que ultrapasse 1 bilhão nos próximos 10 anos, mas, sinceramente eu duvido, e não é por nada, não: a febre diminui, é um processo natural. É mais provável que isso ocorra daqui há uns 50 anos!!! :D
    Mas, leia os livros que citei da lista da Newsweek, tenho certeza de que você não vai se arrepender!!! Aliás, até postei lá do pouco que sei. E se quiser outras excelentes pedidas, tente Ilusões Perdidas de Balzac, O Vermelho e o Negro, de Stendhal e Crime e Castigo de Dostoyevsky!!! Simplesmente soberbos!!!
    Tem tanto livro que ainda quero ler, ainda não li nada de Alexandre Dumas, nem o pai, nem o filho. O Conde de Montecristo certamente está na minha lista, assim como Os três Mosqueteiros, clássico de eternamente. De Victor Hugo eu quero ler O Corcunda de Notredame, de Júlio Verne os famosíssimos A volta ao mundo em 80 dias e 20.000 léguas submarinas. E, sim, quero ler os livros do Percy Jackson, tenho curiosidade e gosto do gênero. Tem a Ilíada de Homero, se bem que não gosto de poemas, a gente perdeu o costume, fica confuso ler, mas, tenho a Odisséia, que não é em verso, que breve lerei.... O Idiota de Dostoyevsky e também Irmãos Karamazov, possivelmente seu livro mais conhecido. Enfim, muita coisa boa para ler e apenas uma vida para isso... ;) Mas, é uma questão de esforço, creio eu. Ano passado me dispus a ler quantos livros conseguisse, e acho que li bem uns trinta!!! Acho que vou fazer o mesmo este ano!!!

    ResponderExcluir
  19. É, também pretendo ler as séries "Percy Jackson", "O Senhor dos Anéis" e Crepúsculo".

    E o que você diria sobre esta última, Marcelo?! :D

    ResponderExcluir
  20. Achei toda essa exposição de sabedoria e blablá riculamente desnecessário. E falando bem por cima, qual a necessidade de todas aquelas informações detalhadíssimas sobre SdA que quem não leu obviamente não sabe? Tentativa de mostrar alguma superioridade em um fã de Tolkien?
    Desculpe Vinicius, mas depois de tantos textos ficou inontrolável... Se é que meu comentário vai ser permitido, risos :x

    ResponderExcluir
  21. Todo comentário é bem-vindo na OFB.

    Continue opinando! ;)

    ResponderExcluir
  22. Tudo bem, BathBagshot?!?! Primeiramente, não, não tenho a pretensão de querer mostrar qualquer seriedade. As passagens que citei, algumas foi para ilustrar a importância de se ler os apêndices do livros e em como isso pode enriquecer a experiência de uma segunda ou terceira leituras dos livros. Pensei que isso tinha ficado claro. Algumas vezes eu divaguei, sim, um pouco além do que eu mesmo acho que seria normal, mas, sem qualquer intenção espúria. Cito normalmente cenas que ficam gravadas, muito emocionantes, que tocam ao leitor realmente envolvido na leitura, só isso. Mas, independente disso, podemos fazer uma gincana aqui, você citaria o que você acha emocionante em HP e eu citaria uma passagem de SdA ou qualquer outra obra de Tolkien!!! O Vinícius já deixou claro que esse é um espaço aberto.... ;)
    Em embora eu tenha falado para quem não leu, muita coisa eu passei algum pano de fundo para que se entenda pelo menos a cena que citei, embora o todo possa soar incompreensível. Não acho que o que postei tenha deixado alguém "boiando" no contexto, ainda que seja julgado desnecessário.
    E, para complementar, também deixei claro que existem um universo muito grande de literatura além de Tolkien e Rowling, até para que não se caia na esparrela da dona Luisa, que perdeu uma excelente oportunidade de ficar calada!!! Só deve ter lido HP na vida e vem desmerecer monstros sagrados da literatura mundial porque ela é muito mais entendida e sabe do que está falando!!!! Pelo amor de Deus, tenha dó!!! Sinceramente, gostaria muito de ouvir a opinião dela depois de ter lido apenas um livro da lista, que é Madame Bovary, de Gustave Flaubert!!! É simplesmente magnífico!!! E, também é importante justamente para que se saia do mundinho fechado e se amplie os horizontes!!!! Sinceramente, passar a vida toda e só ler HP, pode ter certeza que é tão pobre quando passar a mesma vida e ler apenas SdA. É algo simplesmente lamentável.

    ResponderExcluir
  23. Os livros que já li:

    - Os 7 livros da série "Harry Potter" (2 vezes);
    - O Exorcista (1 vez e a próxima não será tão breve :P)
    - A Fantástica Fábrica de Chocolate
    - Alice no País das Maravilhas
    - Os Melhores Contos de Medo, Horror e Morte
    - O Conto "O Gato Preto", de Edgar Allan Poe.

    Não se compara em nada a minha modesta lista com a variedade de títulos do Marcelo.

    --

    Marcelo, o que você acha de "Crepúsculo"?!

    ResponderExcluir
  24. Vinícius, a hora é essa, no Submarino você tem a promoção de R$ 9,90 por cada livro, você pode adquirir os três volumes de SdA, mais O Hobbit e O Silmarillion por apenas R$ 50,00. Nem preciso dizer que é uma pechincha... ;)
    Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  25. Eu soube dessa promoção lá no Submarino!

    Acredito que você já tenha todos esses livros, não?!

    Fique com Deus, também! ;)

    ResponderExcluir
  26. Mas é claaaaaaaro que eu tenho todos esses, aliás, comprei novamente com essa promoção ano passado!!! É que estava precisando de uma edição nova e as capas novas de O Hobbit e O Silmarillion estão simplesmente demais!!!!
    Mas, dessas promoções do Submarino eu aproveitei para comprar os três livros de Eragon e, de quebra, peguei logo As Crônicas de Nárnia também. Agora, é só terminar "O Caminho de Swann" e depois "A Odisseia" e aí poderei começar a lê-los... ;)
    Aproveitando, parece que uma de minhas respostas se perdeu, então, em relação à sua pergunta sobre Crepúsculo, não posso opinar, pois não li. Mas, vi o primeiro filme na Globo e achei até divertido, e só. Mas, certamente o conceito de vampiros da série não se comparar à Anne Rice e seu Entrevista com o Vampiro que, embora não tenha lido o livro, achei o filme muuuuuuito bom!!!! Certamente, muito melhor que Crepúsculo!!!
    No final das contas, Crepúsculo não é prioridade em minha lista de aquisições e talvez (provavelmente!!!!) nunca seja, isso quer dizer que há uma grande possibilidade de que eu nunca o leia.... vamor ver.

    ResponderExcluir
  27. Idem! ;)

    Então, eu gosto de ler os seus comentários aqui no site...

    Mais uma dúvida: você já leu "O Exorcista"?! O que achou do livro e do filme?!

    ResponderExcluir
  28. Vinícius, o Submarino realmente está se superando!!! Está na promoção, por míseros R$ 29,90, minha segunda série preferida de contos fantásticos: As Brumas de Avalon, de Marion Zimmer Bradley!!!! Uma estória do Rei Arthur e a Távola Redonda como nunca contada antes!!! E, são quatro volumes riquíssimos para se ler, diferente de tudo que já se viu nas narrativas dessa lenda. Simplesmente imperdível... ;)

    ResponderExcluir
  29. Eu pedi os três livros d'O Senhor dos Anéis de amigo oculto! Mas ainda não li. Mas tô doido pra ler! = D

    ResponderExcluir
  30. Tenho curiosidade em ler "Senhor dos Anéis"...

    Ainda mais depois das explicações do Marcelo! :P

    ResponderExcluir
  31. Vou contar umas coisinhas um tanto curiosas sobre Tolkien. Primeiro, ele morreu em 1973. Consegue encontrar a conexão aqui?!?! Bom, eu ajudo:

    "Três anéis para os Reis-Elfos sob este céu,
    Sete para os Senhores-Anões em seus rochosos corredores
    Nova para Homens Mortais, fadados ao eterno sono,
    Um para o Senhor do Escuro em seu escuro trono
    Na Terra de Mordor onde as Sombras de deitam
    Um Anel para a todos governar, Um Anel para encontrá-los,
    Um Anel para a todos trazer a na escuridão aprisioná-los
    Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam"

    Essa é a inscrição que está no Um Anel, por dentro e por fora. No filme, somente uma parte é citada. Mas, com certeza vocês podem fazer a conexão agora: Tolkien morreu em 1973 (1 Um Anel 9 Anéis dos Espectros 7 anéis dos Anões 3 Anéis dos Elfos). Perceba até que esse número segue a exata sequência da apresentação dos Anéis de Poder no texto, só que ao contrário. E, a sequência de apresentação dos anéis no texto vai dos anéis que Sauron estava mais distante para o mais próximo, pois ele nunca tocou os anéis élficos, os anões se recusavam a serem escravizados, devido ao seu temperamento, os homens sucumbiram e, finalmente, chegamos ao Um, que contém grande parte do próprio poder de Sauron. Interessante, não é?!?!

    ResponderExcluir
  32. Outra coisa legal que é facilmente encontrável na net é o túmulo de Tolkien, enterrado junto com sua mulher, Edith Bratt Tolkien. Ela morreu dois anos antes (1971) e, conta-se que Tolkien então ficou desgostoso e perdeu a vontade de viver. De fato, a Balada de Beren e Lúthien ele escreveu idealizando sua mulher como Lúthien, a mais bela criatura que já pisou a Terra-Média. Na lápide do túmulo está escrito algo como:
    "Aqui jaz J. R. R. Tolkien (Beren) e Edith Bratt Tolkien (Lúthien)".
    Tocante. Até mesmo porque Tolkien sempre afirmou que se identificava mais com os Hobbits, que se sentia um, até. Mas, é interessante notarmos no que vou relatar a seguir, em como essas estórias que ele escreveu permeavam e realmente envolviam sua vida: Christopher Tolkien, seu filho mais novo, é o executor do espólio de Tolkien e graças a ele pudemos ler O Silmarillion, obra preferida do Professor, mas, que foi publicada postumamente, apenas. E, Os Filhos de Húrin. Dentre outros. Isso porque ele juntou os manuscritos que encontrou e procurou organizá-los de maneira coerente e publicou o que ficou mais coerente, creio eu. Mas, parece ser o filho mais envolvido com sua obra. Em uma de suas cartas (tem um livro com compilação delas), ele diz a Christopher:

    "[...] ela era (e sabia que era) minha Lúthien. [...] Nunca chamei Edith de Lúthien - mas ela foi a origem da história que acabou se tornando a parte principal do Silmarillion. Foi concebida primeiro em uma pequena clareira no bosque, repleta de pés de cicuta, em Roos em Yorkshire (onde por um breve período comandei um posto avançado da Humber Garrison em 1917). Naqueles dias seus cabelos eram negros, sua pele alva, seus olhos mais brilhantes do que você os viu, e sabia cantar - e dançar. Mas a história deformou-se, e fiquei para trás, e não posso suplicar diante do inexorável Mandos."
    Essa carta mostra toda a dor de Tolkien pela perda de sua mulher. Falei aqui que na lenda original, Beren morre e Lúthien vai diante de Mandos, o Poder responsável por enviar os mortos ao seu destino e canta a mais bela canção que já foi alguma vez cantada e, com isso, consegue, uma única vez, fazer Mandos chorar. Por conta disso, Beren é devolvido ao mundo dos vivos, e fica com Lúthien até o fim de seus dias. Mas, o Professor fala da história deturpada e como ele não poderia suplicar para ter sua mulher de volta.

    ResponderExcluir
  33. Em outra carta que escreveu ao seu outro filho Michael, ele diz:
    "[...] encontrei a Lúthien Tinúviel de meu próprio "romance" pessoal, com seus longos cabelos escuros, rosto claro e olhos de estrelas, e uma bela voz. [...] Mas agora ela se foi antes de Beren, deixando-o maneta de fato, mas ele não tem poder para persuadir o inexorável Mandos, e não existe Dor Gyrth i chuinar, a Terra dos Mortos que Vivem, neste Reino Decaído de Arda, onde são adorados os servos de Morgoth."
    Novamente ele cita Mandos e como não pode vencer a morte, mas, ele acaba ainda fazendo um comentário sobre nosso mundo em uma metáfora com Beleriand, chamando nosso mundo de "decaído", onde se adora os "servos de Morgoth", em alusão clara à maldade humana que, infelizmente, cresce a cada dia. E, também mostra o quanto sua fantasia estava enraizada em sua vida, para fazer essas comparações. Não creio ter lido sobre qualquer escritor que fosse tão influenciado por sua própria obra.

    ResponderExcluir
  34. Nesse seu comentário referente a datas, encontrei duas relações com a obra "O Exorcista":

    - Em 1971, o livro foi publicado nos EUA;
    - Em 26 de dezembro de 1973, estreou a adaptação cinematográfica em vários cinemas do mundo.

    ----

    ResponderExcluir
  35. Bom, faz tempo que não se posta por aqui, então, resolvi acrescentar alguma coisa. Terminei de ler o "Ciclo da Herança", que antes era trilogia. Para quem não sabe, conta a estória de Eragon, Cavaleiro de Dragão, o mesmo do filme. Eu até gostei do filme, mas, do jeito que fizeram, fica até difícil ter uma continuação. Ficou muito, mas muito diferente do livro. E, isso não necessariamente é ruim, pois o livro é realmente excelente, vale a pena ler e recomendo aqui a todos. Tem um aspecto interessante, é que o autor, Christopher Paolini, procura explorar o lado político e nada romântico das fantasias, tornando-as menos sonhadoras e mais pé no chão. Mas, ainda assim é um épico memorável.
    Estou lendo agora a série do Percy Jackson e, vou dizer, estou gostando muito!!! É a mescla de diversas lendas que conhecemos (gregas) transportadas para o mundo atual com muita criatividade, bom humor e ação ininterrupta. Leitura leve e cativante. Li o Ladrão de Raios e O Mar de Monstros, os dois primeiros volumes, agora estou lendo A Maldição do Titã, que, até agora, certamente foi o melhor começo de todos!!! Excelente prognóstico para esse livro.

    ResponderExcluir
  36. Você andou sumido por quase 5 meses!

    Essa semana vi o livro "O Ladrão de Raios" na bibiloteca da escola. Fiquei com vontade de ler, mas a leitura proposta pelos professores é outra, então, fico sem tempo.

    No momento estou lendo "Bela e Inculta 1", do professor Pasquale.
    ---

    Comprei o Box de 6 DVDs (o de 12 ainda está caro) de "Senhor dos Anéis". Excelene!

    ResponderExcluir
  37. Realmente, certamente fiquei longe por causa do trabalho e, principalmente, creio eu, de minhas leituras.
    Bom, a série Percy Jackson é, realmente, muuuuuito divertida, certamente vale a pena ler. Assim como a saga de Eragon. Também não vi o filme do primeiro livro, O ladrão de raios, mas, vou fazê-lo, assim que puder, estou curioso para ver como ficou.
    E, em relação a Senhor dos Anéis, digo para você: realmente vale a pena guardar uns cobres para comprar a versão estendida, com 12 DVDs. Os extras são simplesmente imperdíveis, principalmente de O Retorno do Rei, muito emocionante, até. E, como os filmes foram consideravelmente aumentados, em meia hora, pelo menos, e muitas das cenas são simplesmente imperdíveis, só melhora a coisa toda. Quem mais ganhou nisso tudo foi As duas Torres, porque, realmente, do jeito que foi para o cinema, um de meus personagens prediletos do livro, Faramir, ficou até parecendo um vilão. A versão estendida certamente ficou mais coerente. Eu estou, na verdade, esperando a versão em blu-ray, pois já tenho a versão estendida importada e não vou comprar outra apenas por causa das legendas, uma pena. Culpa da Warner do Brasil, mas, fazer o que?!?!

    ResponderExcluir
  38. Verdade, achei que o Faramir não era boa gente...

    E a Warner deu mancada com a dublagem do último filme de "Harry Potter"! =/

    ResponderExcluir
  39. Bom, menos sumido agora, mas, com uma (não tão) novidade imperdível: quem puder, por favor, leia as Crônicas de Gelo e Fogo. Até agora, três livros foram lançados no Brasil: A Guerra dos Tronos, A Fúria dos Reis e A Tormenta das Espadas. Estão por vir O Festim de Corvos e A Dança de Dragões, ano que vem, ao que tudo indica. Minha melhor leitura do ano, coooooom certeza.
    E, quem tiver TV a cabo/assinatura, assista ao seriado na HBO/Warner. Não vi nenhum capítulo, mas, se for 1/10 do que é o livro, fico ainda sem palavras.

    ResponderExcluir
  40. É, Marcelo, você sumiu! =D

    Fiquei sabendo que esses livros são muito bons. Só não sabia que tinha uma série na Warner... ^^

    ResponderExcluir