A atriz Natalia Tena comenta sobre "Harry Potter e as Relíquias da Morte" em nova entrevista

A atriz Natalia Tena comenta sobre 'Harry Potter e as Relíquias da Morte' em nova entrevistaO blog do Los Angeles Times, o Hero Complex, foi atualizado recentemente com uma nova entrevista realizada com a atriz Natalia Tena, que interpreta a personagem Ninfadora Tonks nos filmes da série "Harry Potter".

Leia um pedaço da entrevista abaixo:
Você vai começar a gravar "Relíquias da Morte" no mês que vem. O que você pode nos contar sobre o roteiro?

NT
: Eu li a primeira parte e ela está brilhante! Eu não estava muito certa sobre "Enigma do Príncipe", mas dessa vez, foi tipo "Sim, agora sim!" Estou relendo o livro no momento. Comecei a ter sonhos insanos de novo. Quando eu começo um filme de Harry Potter, começo com esse tipo de sonho. No último sonho que eu tive, eu estava numa guerra e o céu estava borrado e com vassouras voadoras e eu não conseguia achar a minha varinha. Foi muito intenso. Eu sempre sonho com guerras bruxas quando estou gravando os filmes.

Confira a entrevista completa, clicando em "Leia Mais".

Qual foi a melhor parte de trabalhar em "Enigma do Príncipe"?

NT
: Bem, eu só tive uma cena, e ela foi gravada no meio da noite. Fiz bastante acrobacias, que é o que eu mais gosto de fazer. Eles queriam colocar dublês para fazer as cenas de acrobacias e eu dizia "Não, eu quero pular através do fogo!" Às vezes você se sente meio estúpido. Eu me lembro de estar com David Thewlis (Lupin) às três da manhã e dizer "Sim, David, lutar com cobras de fogo invisíveis." Isso é, basicamente, como dançar sozinho. Parece estúpido às vezes, porém é divertido.

Tonks está apenas em uma cena - que eu não posso contar qual é - mas esta cena não existe no livro, certo? Alguma idéia sobre de onde veio essa criação?

NT
: Eu não sei. Acho que eles queriam colocar Tonks nisso de alguma maneira... No livro, ela está muito deprimida até o fim, quando acaba com Lupin, e seu cabelo volta ao normal. No filme, eles apenas deixaram-na meio desconfortável sobre Lupin e, por isso, seu cabelo está um pouco mais escuro e curto, mas não é explicado. Em "Enigma do Príncipe", muito foi cortado e muitas coisas também foram colocadas desnecessariamente. Porém eu não vi o filme ainda, então, tudo o que eu sei é que no fim, tudo vai bem.

O cabelo de Tonks está bastante, hum, diferente desta vez.

NT
: Tive um mullet, colega! Algumas vezes, algumas pessoas me paravam na rua e perguntavam se podiam cortar meu cabelo de graça pois eu estava muito estranha.

Você vai começar a gravar "Relíquias da Morte" no mês que vem. O que você pode nos contar sobre o roteiro?

NT
: Eu li a primeira parte e ela está brilhante! Eu não estava muito certa sobre "Enigma do Príncipe", mas dessa vez, foi tipo "Sim, agora sim!" Estou relendo o livro no momento. Comecei a ter sonhos insanos de novo. Quando eu começo um filme de Harry Potter, começo com esse tipo de sonho. No último sonho que eu tive, eu estava numa guerra e o céu estava borrado e com vassouras voadoras e eu não conseguia achar a minha varinha. Foi muito intenso. Eu sempre sonho com guerras bruxas quando estou gravando os filmes.

Você já tinha lido os livros antes de ser convidada para os filmes?

NT
: Não, não tinha lido nenhum. Meus amigos eram obcecados, mas eu nunca me interessei, provavelmente por causa da obcessão dos meus amigos. Eles foram comigo à minha audição tentar traduzir a linguagem, como explicar o que são "Trouxas" e "Grifinória". Eu não tinha ideia do que estava acontecendo. Lá pela terceira audição - nas duas primeiras, não tive muita sorte - o diretor em pessoa me chamou. Ele disse "estou te dando mais uma chance nisso" - isso nunca acontece, aliás - "estou te dando mais uma chance porque eu sinto que é você." Depois disso, eu fiz a tarefa e li os livros, fiz o que tinha que fazer e eles gritaram "É isso!" E eles filmaram e eu ganhei o papel.

No que você acha que mudou?

NT
: Me sentí como se já estivesse no filme. Antes, eu nem sabia o que estava fazendo. Antes da minha audição, eu assistí todos os filmes no meu trailer e adorei.

Você se lembra como se sentiu quando leu o último livro?

NT
: Muito intenso. Repentinamente, comecei a ver minha família no livro, e minha mãe se parece exatamente com Belatriz. Isso foi intenso. Eu eu adorei o fato de Tonks estar grávida, que ela se casou no meio de todo esse caos. É como se ela pensasse que seria uma boa ideia se casar, ficar grávida e continuar lutando. Eu relí a parte em que Lupin tenta se juntar a Harry, Rony e Hermione na sua jornada e Harry fica muito bravo porque ja perdeu seus pais e diz que a última coisa que deve-se fazer é ficar longe de sua mulher e seu filho. Essa foi uma coisa muito legal da parte de Harry. Tonks está sobre a lua e Lupin está enlouquecendo. Eu lhe pergunto: qual é o problema com um lobisomem que muda a cor dos pelos? Isso seria amável. Seria a criança mais legal da escola.

Certo, mas as coisas não terminam bem pra Tonks...

NT
: Como para muitas pessoas, eu adoro um pouco de sangue e rasgos. Fiquei muito triste que Tonks não tenha tido uma cena de morte no livro! Eu realmente esperava que Belatriz me matasse no ar enquanto eu estava lhe esfaqueando com a varinha. Mas, aparentemente, você me vê morta. Mas eu adorei ver meu filho quando grande.

Voltando ao roteiro de "Relíquias da Morte", o que te fez pensar que esse filme será tão bom?

NT
: Gosto do último pois são tempos de mudança. Você realmente percebe que todo mundo tem seu valor. Tem aquela parte em que Rony vai embora e eu fiquei tipo "Nossa, realmente, isso é muito pro Rony." Aliás, eu realmente percebi que não é só Harry que é importante, seus colegas também são. Se ele não tivesse esses dois amigos, ele nunca teria ganhado. Ele precisa que todos acreditem. Esse é um conceito interessante porque daí você pergunta, bem, isso é intermutável? Pôde haver alguém que fosse o Escolhido?


Obrigado, ScarPotter!
comments powered by Disqus